Document


Espanhol Inglês      

Abaçai

Paçoca de carne de Pilar do Sul: a novidade do Revelando São Paulo Vale do Ribeira

Pela primeira vez no Festival, a iguaria mostra tradição da culinária tropeira para o universo caiçara

Pilão, farinha de milho e mistura de carnes. Estes são os ingredientes base para que a deliciosa paçoca de carne, do município de Pilar do Sul, seja criada. A paçoca, considerada uma das iguarias tradicionais do universo tropeiro, pode ser apreciada nesta XII edição do Revelando São Paulo, Vale do Ribeira, que acontece até 7 de junho, em Iguape.

Muitos podem confundir a iguaria com farofa, mas a diferença entre elas está na maneira que são preparadas. A farofa, por exemplo, é feita apenas da mistura dos alimentos. Já a paçoca, precisa que a farinha de milho seja socada no pilão por aproximadamente uma hora.

"O segredo para a confecção da paçoca é o tempo de preparo. É preciso ter calma e fazer com muito amor. Há mais ou menos 30 anos que faço esta paçoca. Aprendi vendo os meus pais e avós cozinhando no fogão de casa", contou o culinarista Juarez Sandro do Ribeiro, 42.

Além dele, sua esposa, Terezinha Jesus Paiva, 47, também ficou espantada com a diversidade cultural que o Revelando São Paulo apresenta. Ela, que é professora de artes, além de vivenciar a troca de experiências com outros municípios durante a festividade, poderá compartilhar em sala de aula a pluralidade dos povos de várias regiões do Estado de São Paulo.

"Posso afirmar que estamos revelando a paçoca. O bacana é que todos aqui são muito solícitos. Não há divisão religiosa, ou étnica. Todos nós estamos aqui por um único propósito: disseminar a cultura tradicional", disse.

Como fazer a paçoca de carne

Fritar as carnes, sem deixar o caldo e acrescente as especiarias a gosto. Depois que ela estiver bem sequinha, coloque-a no pilão juntamente com a farinha de milho. Assim, os dois são socados juntos, dando aquele gostinho especial. Misture bem e pronto.