Espanhol Ingls      

Abaçai

Encontro de Dirigentes de Cultura



O principio norteador do Encontro é reunir o maior número de Dirigentes Municipais de Cultura, visando à promoção, difusão e o fomento da Política Cultural do Estado de São Paulo, é um evento pontual.

O objetivo do Encontro como um todo é prestar apoio para a realização de ações culturais junto aos municípios do Estado de São Paulo, pré-determinados pela Secretaria de Estado da Cultura, no que tange a eventos em caráter eminentemente culturais de difusão.

Para efetivação do Encontro é disparado listagens atualizadas de todos os municípios do Estado, por mailing direto e por telefone, em datas diferentes, convidando-os em nome do Secretário de Cultura à participação de seu município. Esse intercâmbio vem de encontro às políticas públicas do Estado de reverberar as ações e programas de apoio aos municípios com as respectivas Unidades de Coordenação da Secretaria de Estado da Cultura, e apresentação do plano de trabalho vigente. As parcerias podem ser estabelecidas com instituições ou órgãos culturais municipais, entidades sem fins lucrativos ou com artistas para desenvolver ações em qualquer município paulista.


Diferentemente dos últimos 10 anos, quando esse Encontro acontecia uma única vez, na Capital de São Paulo, os Encontros Regionais de 2015 foram modificados no seu formato e expansão, atendendo às reivindicações de anos anteriores dos próprios munícipes. Realizado pela Abaçaí Cultura e Arte, foi feito o mapeamento inicial de oito regiões com as respectivas cidades-sede dos Encontros, com o objetivo de ligar o litoral ao interior. Portanto, para auferir o maior número presente de dirigentes municipais de Cultura, foram estabelecidas 8 cidades-sede, estrategicamente escolhidas pelo Gabinete do Secretário, e assim, divididas: Praia Grande, Santa Barbara D´Oeste, Batatais, Taubaté, Botucatu, Grande São Paulo, Votuporanga e Osvaldo Cruz.

O processo desenvolvido para os 8 Encontros Regionais de Dirigentes Municipais de Cultura, no período de Abril a Junho deste ano, nos permitiu conhecer algumas questões importantes para análise de condições e necessidades prévias, de vários municípios participantes. Evidenciamos que os Encontros foram muito produtivos, pois, além de ouvirem a fala do Secretário Adjunto da Secretaria de Estado da Cultura, José Roberto Sadek, os munícipes puderam expressar suas opiniões, compartilhando os seus programas, e também, a troca de experiências, para uma efetiva articulação entre os diversos municípios paulistas.

De modo que, traçamos uma análise conjunta, de pontos positivos e negativos desse novo formato. E paralelamente, enviamos aos 284 municípios inscritos, uma nova pesquisa (junho) para traçar indicadores de ações institucionais, e uma segunda pesquisa (agosto) voltada às politicas publicas dos 645 municípios do Estado.